9 de ago de 2010

NO AR

Tudo parece parar no tempo, sua cara de indiferença aparece em minha mente, pode ser imaginação, fertilidade ou loucura da minha cabeça, mas é assim que sinto as coisas, é mais forte que eu. Tudo entre nós parece ser mais distante, parece que as quilometragens interferem em nossos corações, nos deixando indiferentes e inseguros. Somos tão parecidos e tão distintos. O que você não entende é a minha necessidade de atenção, eu sou assim, preciso dos seus olhares voltados pra mim, sei que é egoísmo, mas... Até sei que não funciona dependendo apenas de mim, por isso eu tento, tento, tento, até o dia em que eu cansar. E quando isso acontecer, você vai entende o significado de ser indiferente. Porque eu demoro a cansar, mas canso de uma vez só, anulo essas coisas da minha vida e sigo em frente como se nada tivesse acontecido, levando tudo apenas como boas lembranças.
Não é assim que eu quero, mas cada um decide o seu caminho, e não sou eu quem vai dizer o que você deve fazer. Sejamos felizes com as nossas escolhas.
Te gosto.

Nenhum comentário: