14 de abr de 2011

Escrituras do povo da América

Escrevendo eu vivo
Todos e todas as canções da América
Posso saber o mais baixo som do tango
Como a mais alta "Redemption Song".

Posso ver a luz do caminho que passa pela minha janela
E o amor nos olhos de uma criança que sorrir.

Escrevendo eu posso ir além
Bem mais que o horizonte
Posso chegar em lugares jamais vistos por olhos humanos
E sentir o coração do povo
Do povo da América.

Um comentário:

Guilherme Zapata disse...

Escrevendo eu vou além...
Além dos montes, das montanhas,
dos vinhedos e dos mangues...
Talvez eu vá até além de mim mesmo....