10 de jun de 2008

Sem palavras,
Sem versos,
Apenas com um coração
mordido por um mal
que se chama solidão.

Nenhum comentário: