27 de abr de 2009

Não saberia não amar você

Eu te amo.
Apenas amo como se fosse o último do mundo,
Amar você assim
não é normal
nem é real.
Parece que flutuo em plumas
se te vejo,
se te toco,
se te beijo.
Ando num mundo subliminar,
com anjos e harpas,
estrelas cintilantes,
e até nuvens com formatos que só nós conseguimos enxergar.
Você é presente divino,
Que só DEUS consegue explicar.

Nenhum comentário: