17 de abr de 2009

Sem palavras

Fico aqui,
sem inspiração.
Tentando escrever
o que estou sentindo,
mas as palavras me fogem,
as idéias me alucinam,
e o amor eu sinto,
mas daqui nada sai "pro papel".
Com você eu fico assim
meio atordoada,
pensando nossos momentos,
lembrando nossos beijos,
desejando nossas emoções.
E sem você,
eu até conseguiria escrever versos por essas páginas,
mas saíriam apenas palavras de solidão, saudade ou tristeza.
Assim sendo,
assino essa carta alegando
que desejo ficar sem inspiração,
e sem escerever,
e prefiro ficar com você.

Nenhum comentário: