19 de jun de 2009

Um amor de dois

Numa noite de luar
vi o céu brilhar
E pronta para amar
fui me declarar.

Ele era esperto
Ficou bem quieto
Até olhou para o teto
E eu comecei a falar.

No fim das contas
era pra rimar
mas percebi que pra falar de amor
não precisa combinar.

Nenhum comentário: