4 de dez de 2009

À um amigo

Meu bom,
meu caro,
meu amigo,
me ensina
me entende
me aconselha
meu "professor"
mora em meu coração,
não sai da minha vida
faz festas aos sete ventos
ler Machado e assiste Machadão
escreve peças para o versiprosa
contos a até Crônicas para o Como Assim?!
Mora tão longe e vive tão pertinho do meu coração.
Quero dizer que pra todo sempre, sempre amarei de forma inesplicável.

Um comentário:

LIBERTAS disse...

Por acaso eu conheço esse seu amigo??

kkkkkkkkk