30 de mai de 2011

Brincando de amar

Se teus olhos me fossem sinceros
Se tuas cores se virassem para meu arco íris
Se teus caminhos fossem minhas calçadas
O nosso amor poderia ser em vão.

Gosto desse jeitinho dando tudo errado
Um emoção no peito de uma simples moça
Moça da cidade bela
Praias, noites, festas e amores
Moça do bairro do lado
Que sorri pelos sete cantos do mundo.

Essa mulher,
Uma menina de sorriso feliz
Emoções naturais
E amor no coração.
À revolucionar todos os padrões
Quebrando seus medos
E vencendo seu tradicionalismo
De moço comum.

Um olhar no rosto
Ele e ela,
Se beijam,
Se abraçam,
Se amam,
E suas vidas vão viver.

Nenhum comentário: